comportamentoConceitosLifestylequalidade de vida

Como é feito nosso trabalho dentro do DeRose Method?

“Dar o exemplo não é a melhor maneira de influenciar os outros. É a única.” – (Albert Schweitzer)

Com as mídias sociais se expandindo mais e mais eu percebo uma quantidade enorme de pessoas que se transformaram em “influenciadoras” do dia pra noite…isso é bom e ao mesmo tempo não é.
Veja bem, por um lado todos nós somos influenciadores de uma forma ou de outra mesmo sem o sabermos. Se você tem escolhas positivas ou negativas para a sua vida, mesmo sem saber, você sempre estará influenciando alguém a agir da mesma forma que você. Porem, ao meu ver, quando você se classifica como “influenciador” é como se você tomasse consciência disso e portanto você passa a ser: responsável. E isso pra mim é coisa sagrada.

Na filosofia de vida que eu vivo e trabalho e ensino tudo é passado através do exemplo, na verdade esta é pra mim a única forma de ensinar quando falamos sobre reeducação comportamental, seja para os seus filhos, alunos, sobrinhos..ou “influenciadores”. As pessoas não vão prestar muita atenção ao que você fala, se as duas coisas estiverem coesas, ótimo!! Mas se você diz uma coisa e vive outra..ninguém consegue esconder um comportamento por muito tempo viu?Uma hora, um dia alguém vai te ver por trás da máscara e, neste nosso mundo atual, vai postar e te revelar. Mesmo que não seja este o caso, acredite, eles seguirão aquilo que observam além do que o que você fala, suas ações, sua postura, seu olhar.

Outra questão importante é a forma de acompanhar a evolução de cada pequeno universo, que são as pessoas..cada um tem o seu tempo e sua forma de se desenvolver, eu posso dizer o que funcionou para mim, na minha vida. Não posso querer que você seja igual a mim, ou que funcione igual para você. Não posso impor o que você deve fazer, eu não tenho este poder, eu posso sugerir que você tente desta ou daquela forma e veja por si só e experimente o que funciona e se descubra! Isso é ensinar um caminho de auto conhecimento, você apenas indica o caminho, você não pode viver o caminho de outra pessoa. Sei que o ser humano, muitas vezes tem uma necessidade de “controle”sobre a vida do outro, é um de nossos defeitos, acredite em mim, ninguém manda na vida de ninguém, e agir assim não funciona.

Se você escolheu uma profissão ou uma forma de interação com a vida de pessoas você deve entender perfeitamente a conotação de liberdade, você deve ser capaz de deixar que a pessoa viva o seu próprio caminho e ser apenas um observador. Fácil? não, não é fácil, ninguém aqui esta vivendo para que seja fácil é um de nossos aprendizados. Acredite, vale a pena!

Viva e deixa viver, ensine o caminho e observe, viva suas próprias experiências, não se apegue demais as expectativas, ao que você espera receber de retorno, não espere retorno algum, Ame por Amar e se não quiser dar a mínima bola pra tudo o que eu disse aqui, é um direito seu também.

(Texto por Juliana Toro – Instrutora do DeRose Method Lagoa da Conceição)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *